US +THEM: ROGER WATERS CHEGA A BH NESTE DOMINGO, 21

US+THEM: ROGER WATERS CHEGA A BH NESTE DOMINGO, 21

Há poucos dias do show, mineiros aguardam ansiosos a chegada do ex-Pink Floyd a capital
Crédito: Kate Izor

Finalmente chegou o grande momento! Neste domingo, 21 de outubro, o ex-Pink Floyd, Roger Waters, estará em BH para o show, no Mineirão, da turnê Us + Them.

Confesso que a ansiedade é grande por aqui. Comprei meu ingresso desde que as vendas abriram, em dezembro, e, na época, parecia que ia demorar séculos pra esse dia chegar. Mas, num pulo, estamos aqui, há dias de vê-lo de pertinho.

Quem me conhece sabe que sou beatlemaníaca profundamente, mas o Pink Floyd é a minha segunda banda preferida, do coração. Fico impressionada com as músicas, com o som, com as letras. Acho que é um rock cabeção psicodélico progressivo muito foda.

Cabeção no sentido de que eles não se omitem diante dos vários problemas que o mundo enfrentou – e enfrenta ainda – todos os dias. Basta ver a música, e o filme, The Wall, e a forma com que, num mesmo trabalho, eles conseguiram criticar tantas coisas ao mesmo tempo. Coisas essas que tem a ver, inclusive, com a vivência dos músicos. O avô e o pai do Roger Waters, por exemplo, morreram durante a I e a II Guerras Mundiais.

Crédito: Kate Izor

Desde que começou a turnê no Brasil, em São Paulo na semana passada, o músico vem enfrentando muita comoção popular, a favor e contra o que ele diz. A polêmica envolvendo o nome do candidato do PSL – exibido em um telão numa lista que citava fascistas pelo mundo, dividiu a plateia, fazendo até com que algumas pessoas deixassem o estádio. Nos outros shows, no lugar do nome, aparecia uma tarja com os dizeres: “ponto de vista político censurado”.

Em compensação, em Brasília, foi uma emoção só. Ao invés dos inúmeros protestos que teve que aguentar em SP, na capital federal a grande maioria da plateia ficou do seu lado, enaltecendo o músico e o apoiando o tempo todo. No vídeo abaixo, divulgado no twitter, dá pra ver o momento em que ele se emociona.

Espero, de verdade, que aqui em BH também seja lindo assim! Não podemos deixar nada estragar esse momento maravilhoso que estamos prestes a viver… Mesmo porque, acho difícil ele encarar uma turnê tão grande de novo. Roger tem 75 anos de idade e os custos de logística que uma turnê dessas tem tornam um pouco inviável, na minha opinião, que aconteça novamente.

Aqui, vamos poder ouvir ouvir clássicos do Floyd e novas canções do trabalho solo do artista, do seu mais recente álbum “Is This the Life We Really Want?”.

Crédito: Kate Izor

UM SHOW COMO POUCOS

O espetáculo conta com uma superprodução, poucas vezes vistas em shows trazidos para o Brasil. Para se ter ideia, são, em média, oito dias para montar toda a estrutura e quatro para desmontar. A turnê no país conta com quatro kits de equipamentos que somam 25 carretas de material.

O palco possui mais de 1.000m² e um telão de LED com 790 m², 17 projetores de 30k, cinco projetores de 7k para as chaminés e mais uma imensa tela LED de 6k, alimentada por 6 feeds HD com resolução de 32 Mpixels.

O show também conta com infláveis que interagem com o público, como o já icônico porco voador usado durante a execução de “Animals”. Nele foram usadas 48 câmeras e 12 Copernics para rastreá-lo e iluminá-lo. Seu voo é comandado através de um drone.

MÚSICAS

Confira, abaixo, o setlist do show:

Parte 1:
Breathe (Pink Floyd)
One of These Days (Pink Floyd)
Time (Pink Floyd)
Breathe (Reprise) (Pink Floyd)
The Great Gig in the Sky (Pink Floyd)
Welcome to the Machine (Pink Floyd)
Déjà Vu
The Last Refugee
Picture That
Wish You Were Here (Pink Floyd)
The Happiest Days of Our Lives (Pink Floyd)
Another Brick in the Wall Part 2 (Pink Floyd)
Another Brick in the Wall Part 3 (Pink Floyd)

Parte 2:
Dogs (Pink Floyd)
Pigs (Three Different Ones) (Pink Floyd)
Money (Pink Floyd)
Us and Them (Pink Floyd)
Smell the Roses
Brain Damage (Pink Floyd)
Eclipse (Pink Floyd)

Bis:
The Bravery of Being Out of Range
Comfortably Numb (Pink Floyd)

Crédito das fotos: Kate Izor

Anote!

Turnê Us + Them – Roger Waters em BH
Data: 21 de outubro, domingo
Local: Estádio do Mineirão – Av. Antônio Abrahão Caram, 1001 – Pampulha, Belo Horizonte
Abertura dos Portões: 17h
Horário do show: 21h
Capacidade: 51.000 pessoas
Ingressos: cadeira superior R$300 e R$150 e cadeira inferior R$490 e R$245 (outros setores estão esgotados)
Classificação etária: De 10 a 15 anos permitida a entrada acompanhado de responsável. A partir dos 16 anos é permitida a entrada desacompanhada.

Pra ir aquecendo…

Categorias
Música
Comente pelo Facebook

RELACIONADOS POR