NOVO EP DO SCALENE ENCERRA FASE REFLEXIVA DA BANDA

NOVO EP DO SCALENE ENCERRA FASE REFLEXIVA DA BANDA

Com cinco faixas, Fôlego será lançado nesta quinta, 18 de junho
Cred. Breno Galtier

Nem a quarentena para a banda Scalene! Eles acabam de lançar “Fôlego”, um EP com cinco faixas que ilustra bem o momento que estamos vivendo. Um momento em que respirar nunca foi tão importante – seja o ato motor ou aquele que diz respeito ao controle da ansiedade.

O EP funciona como uma extensão de “Respiro”, último disco lançado no ano passado e foi produzido à distância, cada integrante em sua casa, como vem acontecendo com os músicos nessa pandemia.

Gustavo Bertoni – cred. Gabriel Hand

“Por mais que não estivesse previsto e seja fruto do período de distanciamento social, sinto que Fôlego é uma continuação bastante natural do Respiro“, explica o vocalista Gustavo Bertoni. O ep marca também o fim da fase light da banda. “É uma despedida dessa fase em que exploramos um som mais calmo, um reflexo do momento em que a gente está vivendo, tanto na forma como ele foi produzido – à distância – quanto nos temas das letras”, comenta.

“Eu sei que há mais, há de haver mais”, diz o refrão de “Caburé”, primeira canção do novo trabalho, um processo de absorção de tudo o ue está sendo vivenciado agora, como descreve Gustavo. Em seguida, “Passageiro” cria perspectivas diversas para o que rege as vontades e escolhas de cada um. “Querer mudar, afinal, é legítimo ou apenas uma projeção?”, provoca a banda.

Provocação que desencadeia a terceira faixa, “Caleidoscópio”. “Tem uma vigilância moral que nos afasta de enxergar o outro com empatia. Mesmo na busca por uma melhora, todos encontram limitações no caminho”, afirma Gustavo.

Capa: @allicequaresma

Já “Espelho” surge como uma forma de não ser omisso e com oa promessa de levar aos fãs uma (auto)reflexão sobre a estrutura racista da qual fazemos parte. “Estar a Ver o Mar” é a faixa que encerra o EP, única criada antes da quarentena. “É sobre a sensação de observar o que está acontecendo no entorno. Quando você se enxerga como parte desse algo maior, também entende que não é possível ter controle sobre o todo”, explica Gustavo.

“Fôlego” foi produzido por Diego Marx e mixado por Ricardo Ponte, também à distância, e chega aos aplicativos de streaming pela slap, selo da Som Livre. A arte de capa do EP é assinada por Alice Quaresma. O ep está disponível em todas as plataformas digitais da banda.

 

Veja outras matérias que já fizemos por aqui com a banda:

SCALENE E SUPERCOMBO SE APRESENTAM EM BELO HORIZONTE

ENTREVISTA: SCALENE PROPÕE UMA PAUSA PRA RESPIRAR

+GNETITE: SCALENE LANÇA EP COM FAIXAS INÉDITAS E RELEITURAS

ENTREVISTA: SCALENE VOLTA A BH DIA 14

 

Categorias
destaqueMúsica
Comente pelo Facebook

RELACIONADOS POR