MINAS AGORA TEM 9 REGIÕES RECONHECIDAS COMO QUEIJEIRAS

MINAS AGORA TEM 9 REGIÕES QUEIJEIRAS

Alagoa e Mantiqueira de Minas são as mais novas reconhecidas

Eu não sei exatamente o que veio primeiro, Minas ou o queijo! É impossível falar nos sabores do nosso Estado e não pensar em uma das nossas maiores relíquias: os Queijos Minas Artesanais (QMA). Sim, aqueles feitos de leite cru, que além de deliciosos são internacionalmente conhecidos pela sua qualidade e sabor.

Ainda estamos aprendendo sobre esta iguaria e temos um longo caminho pela frente. Muitos de nós ainda dá a todos os queijos produzidos por aqui o nome de queijo Canastra, mas esse é um enorme engano já que cada uma das nove regiões queijeiras produze queijos com características e sabores diferentes e devem ser  reconhecida por seus processos.

Nove regiões, foi isso mesmo que eu disse, já que no dia 16 de junho o Governo de Minas publicou duas portarias que reconhecem Alagoa, como município produtor do Queijo Artesanal de Alagoa e os municípios de Aiuruoca, Baependi, Bocaina de Minas, Carvalhos, Itamonte, Liberdade, Itanhandu, Passa Quatro e Pouso Alto como produtores do Queijo Artesanal Mantiqueira de Minas.

Dessa forma agora temos  nove tipos de queijo Minas Artesanal: Alagoa, Araxá, Canastra, Campos das Vertentes, Cerrado, Mantiqueira de Minas, Serra do Salitre, Serro, Triângulo Mineiro.

Essa é uma grande vitória para a nossa gastronomia já que cada uma das regiões leva consigo uma receita, uma forma de lidar com as vacas, um modo de fazer o queijo e até diferentes formas de maturação, o que nos garante sabores incríveis para todos os tipos de paladares.

Vida longa ao Queijo Minas Artesanal!

Categorias
destaqueGastronomia
Comente pelo Facebook

RELACIONADOS POR