DEGUSTAÇÃO DE QUEIJOS E VINHOS MINEIROS, UMA MARAVILHOSA EXPERIÊNCIA

DEGUSTAÇÃO DE QUEIJOS E VINHOS MINEIROS, UMA MARAVILHOSA EXPERIÊNCIA

Aromas, texturas e sabores, muito sabores marcaram a noite

Minas é um um estado extremamento rico no que tange a gastronomia. Sem modéstia alguma afirmo que das nossas montagem surgem os melhores queijos a culinária mais saborosa e agora podemos nos orgulhar até mesmo dos nossos vinhos. Há alguns dias tive uma esperada oportunidade de participar de uma degustação de queijos e vinhos mineiros, cuidadosamente escolhidos  harmonizados pela Ana Borges, especialista em vinhos e o jornalista gastronômico Eduardo Girão.

Crédito: Dê Girão

Descobri o evento através do Instagram do  Girão, que conheço há muitos anos, desde quando ele estava no Estado de Minas e eu assessorava algumas empresas da área, acho que nos falamos um milhão de vezes ao telefone mas não nos conhecíamos pessoalmente, o que não me impediu de admirar seu trabalho e tudo que ele tem feito pelos pequenos produtores mineiros.

Aquela era a segunda edição do evento, e com muita alegria consegui me inscrever já que as vagas acabaram feito um passe de mágica e não era por menos. O “curso” foi um culto a qualidade dos nossos produtos, demonstrado e provado na prática. Aprendemos sobre detalhes e sabores que a grande maioria dos presentes nem imaginavam e até mesmo a forma correta de provarmos os produtos de forma que explorássemos todos os sabores ali contidos.

Os queijos foram escolhidos e tratados pelo Girão que com maestria abriu nossas cabeças para um cenário lindo e claro, delicioso, criado pelos pequenos produtores mineiros. Os vinhos também foram gratas surpresas já que eu tinha provado um ou outro vinho produzido por aqui e já havia lido e ouvido sobre a melhoria dos produtos nos últimos anos mas nada tão conciso quanto os rótulos e história apresentadas por Ana Borges.

Crédito: BHCult

Toda a produção do evento merece destaque, desde os jogos americanos super moderninhos e práticos criados pela atenciosa De Girão,  já que eles além de comporem  a mesa são a base para a dinâmica do curso, pois os queijos a serem degustados já estão previamente demarcados por ali. Os participantes também recebem uma ficha com os nomes de todos os produtos degustados na noite para que possa levar para casa. O evento rolou na Casa Ataré, que também é uma graça e trabalha fortemente em defesa dos pequenos produtores. Todos precisam conhecer o a degustação, a Dê e a Casa!

Toda a noite foi muito agradável, além de conhecermos novos e deliciosos sabores saímos com um sentimento muito bom de que a gastronomia no Estado está evoluindo, que as pessoas a estão valorizando cada vez mais e isto é extremamente importante para a cena como um todo e para cada um de nós mineirinhos que já nascemos com o pé na cozinha.

Ah! Não podia deixar de citar três outros produtos que compuseram o evento e complementaram muito bem a noite. O primeiro foi o pão de baixa fermentação da Du Pain, que limpou nosso paladar entre uma dupla e outra e deixou nosso paladar prontinho para o próximo e que cá entre nós é uma delícia! Fico feliz toda vez que preciso resolver algo no centro da cidade porque sei que voltarei para a casa com a sacola cheia de temperinhos, pães e muitos outros sabores que só encontramos no Mercado Central.

Para fechar com chave de ouro um delicioso cafezim Cambraia e uma régua de degustação de chocolates da Var Chocolates. A degustação vale super a pena! Se você puder não perca a chance, mas fique de olho porque as vagas esgotam rapidinho!!!

Categorias
Gastronomia
Comente pelo Facebook

RELACIONADOS POR