BH CULT INDICA: FÁBIO DELLA

BH CULT INDICA: FÁBIO DELLA

Músico acaba de lançar seu novo álbum, Re-UNI
Crédito Marcos Bellusci

Nascido em Joinville, Santa Catarina, mas morando em Belo Horizonte desde 2011, Fábio Della passou a fazer parte da produção artística mineira desde então, participando de inúmeros projetos culturais.

Na bagagem, 33 anos de vida artística vividos entre Florianópolis, Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte, cidades nas quais morou e construiu sua história musical em bandas como Aerocirco (SC), Della/Peixoto (SC/BH), Yeah (SC) e Monocine (BH). Essa última a gente já até falou por aqui.

E ele é o convidado da coluna BH CULT INDICA da vez. Em BH, instalou também o estúdio DellaProd, voltado para produção de áudio e vídeo, mixagem e masterização, trabalhando e incentivando a produção artística e autoral, aproximando a música aqui produzida a outras regiões do país.

Fábio acaba de gravar um disco autoral, chamado Re-UNI, que apresenta uma gama de estilos indo do folk ao fado, trabalhando com instrumentos muito usados na música folk e country e com músicos de várias partes do mundo enriquecendo os arranjos e dando cara nova para as músicas.

Crédito Marcos Bellusci

Batemos um papo com o músico sobre o álbum, carreira, inspirações musicais, mercado autoral em BH, entre outros assuntos.

BH Cult: Você acaba de lançar um novo álbum. Fale um pouco sobre ele.
Fábio Della: Este disco se chama Re-UNI exatamente por ser um projeto de releituras e participações. Nele, tenho a oportunidade de tocar com muita gente que admiro e ainda unir músicas de várias épocas da minha vida musical. Ele me deu a oportunidade de apresentar pra muita gente nova, para um público novo, toda minha história de composição com uma cara atual, com a minha visão de música atual – afinal de contas mudamos todos os dias, em várias aspectos, e com a música não é diferente, né?!!! Estou muito feliz com esse trabalho.

BHC: O disco conta com muitas participações especiais. Como foi a escolha dessas pessoas?
Fábio: Conheci tantos músicos talentosíssimos durante toda minha vida e queria gravar com todos eles, mas como sempre foi muito ligado a uma banda só, como era o caso do Aerocirco (SC) e depois a Monocine aqui em BH, isso ficava difícil de realizar. Quando resolvi gravar o Re-UNI, comecei a listar todos esses músicos, e com mais 40 músicas escolhidas, montei um quebra-cabeças pra definir o novo arranjo de cada uma, escolher as participações de acordo com o estilo de cada um e testar. Deu muito certo, as gravações aconteceram num clima de muita amizade e isso ficou impresso no disco, transformamos um sentimento em música. E isso é possível ouvir em cada uma das faixas.

BHC: Além do seu trabalho solo, você faz parte da banda Monocine. Quais são as diferenças entre esses dois trabalhos? 
Fábio: Monocine e o Re-Uni são projetos totalmente diferentes. A Monocine é uma banda de rock, temos muitos projetos novos pra ela, muitos shows e lançamentos em vista. O Re-Uni é um projeto solo meu o qual irei investir muito também, por exemplo já estou gravando o RE-UNI II, com muitas participações novas e, enquanto o volume II não fica pronto, vou lançando os clipes do Re-UNI atual e fazendo shows. A propósito, minha ideia é que os shows do disco tenham vários formatos: o completo, com banda que começará em breve, e uma formação mais intimistas em duo ou trio, para se adequar a vários locais.

BHC: Quais as influências desse disco?
Fábio: Este disco tem muita influência do que estou ouvindo atualmente: Neil Young, Bob Dylan, Cazuza, Renato Russo, Eric Clapton, Willie Nelson, Bronnco Billy, Péricles, Borba, Tom Jobim, Edith Piaf, Nando Reis e por ai vai…

Pra conhecer o disco completo, é só dar play em uma das plataformas abaixo:
Spotify
– Deezer
Apple

E para saber mais:
Site: www.fabiodella.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/fabiodellaoficial
Instagram: @fabiodella
You Tube: http://www.youtube.com/fabiodella

Ou nas redes sociais do estúdio:
Site: http://www.dellaprod.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/dellaprod/
Instagram: @dellaprod

 

Categorias
BH Cult Indica
Comente pelo Facebook

RELACIONADOS POR