BH CULT INDICA: BANDA MOONS

BH CULT INDICA: BANDA MOONS

Nessa sexta, dia 8, eles lançam seu novo disco "Thinking Out Loud"
Crédito: Yannick Falisse

Estava dando uma zapeada pelo stories do Instagram no último sábado quando vi uma postagem do meu amigo Rodrigo Garcia (maestro e integrante do Cartoon, Rock n´Strings, Fractal Orchestra, etc) mostrando o trecho de uma música que, de cara, me agradou muito. Fui saber o que era, e ele me contou que se tratava da banda Moons, da qual ele havia colaborado no primeiro disco, e que estavam agora lançando um segundo: o “Thinking Out Loud”.

Corri pro Spotify pra conhecer mais. A sonoridade tinha me chamado muito atenção e precisava entender o que era aquilo tudo. Desde a primeira música, senti como se os ouvisse há tempos. Cada arranjo mais lindo que o outro e um som que me fazia ter vontade de esquecer de tudo ao meu redor e me concentrar só naquilo ali, em degustar cada melodia, em me conectar com a música deles.

A banda surgiu em 2016, com o primeiro disco – “Songs of Wood & Fire” -, misturando referencias tipicamente mineiras com o folk britânico de nomes como Nick Drake e John Martyn. O trabalho, como disse, contou também com a colaboração do Rodrigo Garcia.

O folk orgânico e introspectivo do primeiro álbum chamou a atenção da imprensa especializada pela delicadeza das composições e dos arranjos, figurando em diversas listas de melhores lançamentos de 2016.

A estreia nos palcos aconteceu em um mini turnê pela França, tocando em pequenos pubs e cafés. De lá para cá, a banda passou por grandes cidades do Brasil, como Belo Horizonte, São Paulo e Brasília, além de festivais importantes da música, como Breve Festival e Fartura na capital mineira e o MECA, em Inhotim.

Thinking Out Loud
Trabalhando novamente em parceria com o produtor Leonardo Marques, no estúdio Ilha do Corvo, o Moons lança seu segundo disco – “Thinking Out Loud” -, resultado de algumas imersões que a banda fez em um sítio nas montanhas nos arredores de Belo Horizonte.

Fruto de jam sessions e experimentações, o álbum, gravado em sua maioria de forma orgânica com os integrantes tocando juntos, traz sonoridades que vão além do folk clássico que marcou a estreia da banda, explorando outras vertentes como a soul music, space e blues rock.

Moons é formada por Andre  Travassos  (voz,  violão  e  guitarra), Jennifer  Souza  (vozes  e  guitarras),  Tiago  Eiras  (bateria),  Bernardo  Bauer  (baixo),  Felipe  D’Angelo  (teclados) e  Digo  Leite  (banjo,  violão  e  harmônica).

Conversamos com o Andre sobre a banda e o lançamento do novo disco.

BHCult: Como surgiu a ideia de montar a banda? E porque o nome Moons?
Andre Travassos: Essa ideia não surgiu, simplesmente aconteceu (rsrsrs). Na verdade, quando gravei o Songs of Wood & Fire, meu objetivo era fazer um trabalho solo e que os shows fossem escassos e apenas comigo em cena. Mas, no decorrer de 2017, bateu aquela vontade de ser o mais fiel possível ao disco no palco, e para isso seria necessário ter uma banda para me acompanhar. Foi então que rolou o encontro da turma que hoje completa o Moons: Jennifer Souza, Bernardo Bauer, Digo Leite, Tiago Eiras, Victor Magalhães, que posteriormente substituído por Felipe D’Angelo. Já o nome, escolhi porque queria algo que simbolicamente traduzisse um pouco do nosso som. A nossa relação com a lua é curiosa, contemplativa, que é também a relação que eu gostaria que as pessoas tivessem com o trabalho do Moons.

BHC: Vocês são uma banda de folk? Como definiria o estilo?
Andre: Acho que a gente tem um pé no folk sim, mas não acho que seja o melhor termo para definir o som que fazemos. Nesse novo disco, a gente escutou muito soul, trip hop, blues, rock progressivo e por aí vai…

BHC: Vocês estão lançando um novo álbum, o “Thinking Out Loud”. Fale um pouco sobre esse trabalho.
Andre: Foi um trabalho que surgiu muito naturalmente. Em momento algum a gente resolveu parar tudo para trabalhar nesse disco. Ele surgiu nos ensaios e imersões que fizemos em 2017 em um sítio nos arredores de BH. Quando vimos, tínhamos 11 músicas que dialogavam entre si de maneira muito especial e que traduzia perfeitamente nosso estado de espírito naquele momento.

BHC: Quais as maiores influências musicais de vocês?
Andre: Em uma banda com seis integrantes, tem muita coisa que gira na vitrola, mas em comum acho que nossas maiores referências são Jeff Buckley, Sade, Bill Withers, Milton Nascimento, Lô Borges, Lou Reed e Flávio Tris.

 

Compartilho com vocês a minha preferida do disco novo: Moons

Acompanhe as redes sociais da Moons:
Facebook: @spymoons
Instagram: @spymoons
You Tube: Moons
Site: https://www.moonsmusic.net/
Spotify:  

Categorias
BH Cult Indica
Comente pelo Facebook

RELACIONADOS POR